Como pode cuidar uma casa inteligente das crianças na sua habitação

Agora que em Portugal. os pais tendem a regressar aos seus postos de trabalho, restam muitos dos menores em casa em tele escola ou escola online. A tecnologia atual permite-nos supervisionar o estado da nossa casa e de quem nela habita, prestando uma atenção especial sobre os mais vulneráveis, os seus filhos.

Soffie cuida de los niños

A utilização de dispositivos conectados à Internet na sua habitação pode ter múltiplas finalidades, como a automatização da iluminação e electrodomésticos, a segurança da habitação, a eficiência energética, etc.

Converter a nossa habitação numa casa inteligente oferece-nos, adicionalmente, a possibilidade de poder colocá-la como apoio ao cuidar das pessoas mais vulneráveis, como podem ser os nossos filhos.

Elementos conectados a cuidar dos filhos

A utilização de dispositivos IoT (Internet das coisas) nas habitações tem enumeras aplicações devido à sua grande variedade. Vão aparecendo elementos conectados com todo tipo de funções que podemos incluir numa habitação.

Adicionalmente, existem outros elementos que podem ser utilizados para converter qualquer eletrodoméstico em “conectado”, como são as tomadas inteligentes. Estas permitem automatizar e inclusivamente medir em tempo real o consumo elétrico dos aparelhos nelas conectadas.

Tudo isto pode ser programado para tornar a vida dos inquilinos mais cómoda, como o acender de luzes automático ou a utilização de assistentes de voz, para que se produzam diferentes ações na habitação. Todos estes elementos conectados à Rede podem ser geridas e supervisionados à distância por um administrador do sistema.

Este seria um primeiro passo para levar a cabo o cuidar e supervisionar de habitações onde residem crianças. Apenas recomendamos estarmos atentos inicialmente, durante um período e depois periodicamente dos diferentes sensores e elementos da casa para comprovar se tudo “funciona com a devida normalidade”.

Como pode cuidar uma casa inteligente das crianças

Uma casa inteligente, gerida e supervisionada por uma inteligência artificial como o caso da de Soffie, permite que um computador vigie continuamente todos os dispositivos e sensores das habitação.

Verifica se os seus habitantes realizam as tarefas quotidianas com a devida normalidade e, perante a deteção de indicadores de anomalia, tomará decisões como perguntar aos próprios utilizadores ou notificar um alerta aos familiares.

Vejamos algumas das situações que poderiam ocorrer numa casa habitada por crianças e que seriam consideradas como de risco, o que  Soffie considera como casos de uso para filhos.

Imaginemos algumas situações possíveis e vejamos como atuaria uma casa inteligente:

  • Desvio ou atraso ao regressar a casa. Numa situação em que a sua filha ou filho não regressam a casa no seu horário habitual após o seu horário escolar ou de apoio escolar, o sistema emitirá uma notificação aos pais e por exemplo enviará o seu posicionamento atual no mapa.  
  • Portas abertas. Se chegar a casa e se deixar a porta da entrada aberta (ou qualquer outra porta supervisionada, como a do frigorífico, portões de garagem), Soffie advertirá da situação a todos os habitantes da casa mediante notificação no telemóvel.
  • Som ou ruídos demasiado altos. Se na ausência dos pais os menores põem o volume da TV, ou da música demasiado alto, ao ponto de perturbar os vizinhos, o sistema avisará do facto para que tome-se as medidas oportunas a todos os membros da família.
  • Tempo de utilização de dispositivos de ócio. Mediante a supervisão do tempo de TV ligada, consolas, e outros equipamentos conectados à rede elétrica, a Soffie avisa a todos os membros da família que se ultrapassou os tempos de utilização estabelecidos.
  • Necessitam ajuda. Se perante uma situação de dúvida ou emergência os filhos necessitam de ajuda, apenas devem solicitá-la à Soffie, quer por meio do telemóvel, quer por meio de um sistema de voz inteligente. O sistema telefonará para os pais e avisá-los-á imediatamente
  • Palavra chave para situações de perigo. A Soffie pode ser programada com uma certa expressão ou palavra chave que possa ser interpretada por qualquer dos microfones inteligentes, como a ativação de uma situação de emergência e resulte no aviso aos pais de imediatamente.
    Por exemplo, se um dos filhos percebem uma situação de perigo com o seu cuidador/a ou alguém não autorizado entra em casa, apenas têm que dizer a palavra chave para que seja lançado o alerta aos seus pais.

A lista de possíveis situações na supervisão de casas habitadas por crianças é realmente enorme. Dependendo do número de dispositivos conectados que utilizemos e a sua variedade, a abrangência de casos de utilização possíveis pode ampliar-se extraordinariamente.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x